A música Brasileira está de luto, Morre cantor Cristiano Araújo

Falece cantor e compositor Cristiano Araújo, e um acidente de carro!

Castanhão: nível da água baixa e aumenta mortandade de peixes

Situação, critica deixa autoridades preocupadas com a atual situação do castanhão, saiba mais clicando na imagem acima.

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Confira dicas para espantar as moscas de casa e evitar doenças na época chuvosa


A chegada das chuvas traz sempre um surto das doenças sazonais, como as viroses. De acordo com os médicos, um dos grandes fatores para o acontecimento é o ressurgimento das moscas. Os quadros de náuseas, diarreia e febre tem o inseto como um dos vetores.
Mas o que fazer para evitar as moscas e tirá-las do ambiente? Confira algumas dicas de como expulsar esses animais "chatos".
1. Limpeza
Manter a casa limpa, retirar o lixo frequentemente e lavar a lixeira são fatores determinantes para evitar os insetos.
2. Vinagre
Passar um pano molhado com um pouco de vinagre sobre as superfícies da casa após a limpeza ajuda a evitar as moscas.
3. Limão e Cravo da Índia
Cravos espetados em limão são bons agentes naturais contra os mosquitos em geral.
4. Louro, manjericão e eucalipto
A mistura das folhas secas em pequenos sacos espalhados pelo ambiente também é uma dica interessante.
5. Água, álcool e arruda
1 litro de água, 250 ml de álcool e 100g de arruda. Misture tudo no liquidificador e borrife a mistura coada pela casa.
6. Cubra potes de rações de animais
Essas rações costumam atrair as moscas mesmo quando não há mais comida dentro.
7. Escureça o ambiente
Feche as cortinas, apague a luz e abra uma passagem iluminada para que os animais saiam de dentro da casa.
8. Crie armadilhas
- Corte uma garrafa PET ao meio e pinte de preto. Misture um copo de água com 2 colheres de açúcar mascavo e ferva. Ao esfriar, misture 1 grama de fermento biológico fresco. Pendure a garrafa e as moscas serão atraídas e ficarão presas.
- Misture 1/4 de xícara de algum xarope açucarado com 1/4 de xícara de açúcar. Passe a mistura em uma tira de papel cartão e pendure no teto do ambiente. As moscas ficarão presas.
9. Mata moscas e raquete elétrica
O método mais antigo de sair eliminando as moscas uma por uma ainda funciona. Com a raquete elétrica ele ficou mais fácil.
10. Usar plantas
Algumas plantas são eficientes em afastar as moscas naturalmente. Você pode tentar com hortelã ou manjericão triturados, ou mesmo usar grandes vasos na porta dos ambientes.
11. Atrair as moscas para fora de casa
A farinha de sangue é um bom atrativo para os animais. Faça pequenos furos em um saco, coloque a farinha dentro e pendure do lado de fora da casa. É provável que as moscas se aglomerem no saco e não entrem na casa.

 Informações tvdiario.verdesmares

quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Porte de CNH pode deixar de ser obrigatório


Carteira de Habilitação e documento do veículo podem deixar de ter porte obrigatório
José Cruz/Agência Brasil
Carteira de Habilitação e documento do veículo podem deixar de ter porte obrigatório
O porte da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo pode deixar de ser obrigatório, segundo o Projeto de Lei 8022/14, aprovado pela Comissão de Viação e Transportes da Câmara dos Deputados.
De acordo com as autoras do projeto, a ex-deputada Sandra Rosado e a deputada Keiko Ota (PSB-SP), as autoridades de trânsito têm sistemas online, que permitem a verificação instantânea da situação do condutor e do veículo, mesmo que o motorista não esteja portando a CNH ou o documento do carro.
Ainda segundo o projeto de lei, em caso de impossibilidade de consulta ao banco de dados, a multa e a pontuação na carteira devem ser canceladas se o condutor apresentar em 30 dias a CNH e/ou o comprovante de pagamento do licenciamento.
Para ser aprovado na Comissão de Viação e Transportes, uma emenda foi adicionada ao projeto, tornando obrigatório o porte de outro documento legal de identificação do condutor. O texto ainda vai ser analisado pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Fonte: Estadão

Carnaval no Ceará deixou um rastro de sangue com 84 mortes violentas


Adolescente assassinado1
Pelo menos, 84 pessoas tiveram morte violenta em todo o Ceará durante o Carnaval deste ano. No total, o estado registrou 62 casos de assassinatos, 17 mortes em acidentes de trânsito e mais cinco óbitos em afogamentos.  O Interior foi a região com o maior número de assassinatos, com 31 casos. Ressalte-se que o balanço ainda é parcial e o resultado final poderá ser alterado.
Em Fortaleza, 14 pessoas foram assassinadas entre a manhã da última segunda-feira (5) e o início da madrugada desta  Quarta-Feira de Cinzas (10). Já na Região Metropolitana, foram 14 casos.
Em Fortaleza, os 17 casos de homicídios ocorreram nos seguintes bairros:  Bom Jardim (3 casos), Mondubim, Conjunto Prefeito José Walter, Henrique Jorge, Passaré, Conjunto Ceará, Vila Peri, Parque Dois irmãos, Maraponga, Serrinha, Barra do Ceará, Quintino Cunha, Antônio Bezerra, Sabiaguaba e Mucuripe.
Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF) foram mais 14 casos, nos seguintes Municípios:  Maracanaú (4), São Gonçalo do Amarante (2),  Maranguape (2), Cascavel, Caucaia (2), Aquiraz (2), e Horizonte.
Já no Interior, os 31 assassinatos aconteceram nos Municípios Sobral (2), São João do Jaguaribe, Juazeiro do Norte (3), Barbalha, Crato (3), Quixadá, Parambu,  Coreaú, Camocim, Baturité, Pentecoste, Solonópole, Uruburetama (2), Trairi, Jaguaruana, Assaré, Ibicuitinga, Itapipoca (2), Milhã, Várzea Alegre, Palmácia, Nova Russas, Caririaçu e Redenção.
Acidentes fatais
No total, 17 pessoas morreram  em acidentes de trânsito nas rodovias estaduais e federais que cortam o Ceará, além de vias urbanas e estradas vicinais no Interior. O sinistro mais grave ocorreu na CE-455, em Maranguape, na noite de sábado de Carnaval, quando um veículo desgovernado e em alta velocidade atropelou cinco pessoas, matando três delas na hora
O desastre ocorreu no distrito de Amanari, onde morreram Ana Lidiane Nazário (está grávida, no quarto mês de gestação), Juscelino Marinheiro de Sousa e Pedro Henrique Moura Aragão.
Ocorreram mortes em acidentes também nos Municípios de Fortaleza (3 casos), Limoeiro do Norte, Acopiara, Apuiarés, Aquiraz, Quixeramobim, Massapê, Beberibe, Nova Olinda, Independência, Parambu e Jardim.
Cinco pessoas morreram vítimas de afogamento nos Municípios de Amontada, Paramoti, Crato, Caucaia e Parambu.

Fonte:Blog;Fernando Ribeiro

Globo mostra ao vivo como que se pratica censura


Globo fatima-bernardes
A jornalista Fátima Bernardes, da Globo, durante a transmissão do desfile das escolas de samba do Rio: “Isso vai ficar muito estranho”.
Foi um ato de censura explícita da Globo. E o assunto explodiu nesta terça de carnaval (09) nas redes sociais e nos blogs relacionados à mídia. A maior rede de TV do País sacaneou a Escola de Samba Vila Isabel e só passou parte de seu desfile. A transmissão do segundo dia do grupo especial começou por volta das 22h45 de segunda-feira (08), quando a escola de Martinho da Vila ainda passava pelo Sambódromo,  com o samba enredo homenageando o “esquerdista” Miguel Arraes (seria esta a razão da censura?). A situação, inusitada, criou embaraços para os narradores Luis Roberto e Fátima Bernardes. Eles não puderam apresentar o final do desfile da Vila Isabel. A situação, esdrúxula, equivale à transmissão da decisão do campeonato brasileiro de futebol somente até os 15 minutos do segundo tempo. Quer dizer: não há lógica alguma. E a situação se tornou vexatória para a emissora carioca porque o áudio da indignação dos apresentadores vazou.
Nos diálogos que vieram a público, Luis Roberto pergunta: “Faltam duas alegorias. Isso não vai ser narrado pra Globo? Pro compacto?” A resposta não é ouvida, mas possivelmente foi “não” já que Fátima observa: “Nossa, se o compacto ficar sem esse final vai ficar muito estranho.”  Mais estranho ainda é o ato deliberado de censura à Vila Isabel. Ainda mais que a abertura do desfile da escola passou ao vivo somente pelo portal G1, mas sua apresentação acabou cerca de 20 minutos antes do fim, com ainda dois carros por passar.

Globo luta contra queda da audiência

Por causa da constante queda na audiência, a Globo, já há alguns anos, começa as transmissões do Carnaval com o desfile já em andamento. Para compensar o que não foi mostrado, exibe, depois, ao final, um compacto com a apresentação da primeira escola. Neste ano, quando a emissora amarga índices de audiências ainda menores, decidiu não não mostrar as duas primeiras escolas de cada noite. Mas a repercussão negativa foi tamanha, que a Globo teve que rever a sua decisão.
No blog de Maurício Stycer,  especializado em TV, a critica à decisão da Globo termina com um elogio à postura de Fátima Bernardes, pois a crítica que ela fez ao vivo se revelou acertada. Na manhã desta terça-feira, a Globo exibiu um compacto de 45 minutos do desfile da Vila Isabel. E quem assistiu, percebeu que a transmissão foi encerada secamente por Luis Roberto com uma imagem da atriz Aghata Moreira, logo depois da passagem da ala Teatro dos Mamelungos — sem mostrar o final da escola.”Como previu Fátima, ficou estranho”, escreveu Stycer.
Fonte:NP-Noticias Paraná

quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Mais de 15 milhões não sabem que têm créditos do PIS/Pasep a receber


Dinheiro - PIS
Mais de 15 milhões de trabalhadores não sabem que têm créditos a receber do Programa de Integração Social e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/Pasep). Os números foram divulgados pela Controladoria-Geral da União (CGU), após uma auditoria que identificou falhas na comunicação a esses trabalhadores.
Quem contribuiu com os programas até o ano de 1988 tem direito ao recebimento anual do rendimento de suas cotas, além de poder sacar todo o crédito em caso de aposentadoria, doença ou se tiver mais de 70 anos. No caso de o trabalhador já ter falecido, seus herdeiros diretos podem requerer o benefício. O benefício do PIS é pago pela Caixa Econômica Federal e o Pasep, pelo Banco do Brasil.
De acordo com Antônio Carlos Bezerra Leonel, coordenador-geral de auditoria da Área Fazendária da CGU, até o ano de 1988, os programas PIS/Pasep eram geridos por um fundo de participação. A partir de 1988, o fundo parou com a arrecadação para contas individuais e os recursos provenientes das contribuições passaram a ser destinados ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), para o custeio do seguro-desemprego, do abono salarial e do financiamento de programas de capacitação.
A auditoria realizada pela CGU analisou o período de julho de 2013 a junho de 2014, assim como dados de 31 milhões de cotistas. No período avaliado, o Fundo de Participação do PIS/Pasep, que tinha as contribuições feitas até 1988, contava com aproximadamente 31 milhões de cotistas, sendo 26 milhões do PIS e 5 milhões do Pasep. Os valores chegavam a R$ 37,5 bilhões.
As dificuldades na identificação e na comunicação com os trabalhadores, seja por mudança de domicílio ou por falecimento, já foram tema de discussão no Tribunal de Contas da União, que determinou aos gestores uma ampla publicidade sobre o direito que os trabalhadores têm a esses créditos.
“É um dinheiro que não pode ser entendido como pertencente à União. O objetivo principal do Fundo é pagar o cotista. Para o trabalhador, o importante é que aquele saldo que ele não retirou, todo ano vai acumulando. Se ele deixou lá sem movimentar, ele pode ter uma agradável surpresa”, afirmou Bezerra Leonel.
Ele disse ainda que a CGU não teve acesso a todos os dados necessários para afirmar com exatidão quantos desses trabalhadores faleceram e quantos já se aposentaram. Por isso, após a auditoria, o órgão sugeriu que o número de CPF fosse incluído no sistema da Caixa Econômica para que não se gere mais de uma conta por cotista. Também foram sugeridas mudanças na gestão do Pasep pelo Banco do Brasil.
O coordenador afirmou que, na década de 1980, o CPF não acompanhava o cadastro do PIS/Pasep, o que trouxe dificuldades para fazer o cruzamento dos dados. Atualmente, o abono salarial do PIS é pago pelo FAT àqueles trabalhadores que recebem até dois salários mínimos mensais. O valor corresponde a um salário mínimo por ano.
Para ter direito ao benefício, o trabalhador que contribuiu até 1988 deve procurar uma agência do Banco do Brasil, no caso da contribuição ao Pasep, ou da Caixa Econômica Federal, no caso da contribuição ao PIS. No caso de falecimento do trabalhador, a solicitação pode ser feita por um herdeiro direto.
(Agência Brasil)

Em Crateús, acidente envolvendo motocicleta por pouco não termina em tragédia.


Acidente
Por volta das 10h da manhã desta quarta-feira (03) na movimentada Avenida Sargento Hermínio em Crateús, foi registrado um acidente de trânsito envolvendo uma motocicleta e um carro modelo caçamba.
A moto Fan 150 de cor preta e placa PNR – 4628 era conduzida por Francisco Alves Júnior, residente no Bairro dos Venâncios e que seguia sentido centro da cidade. O condutor da moto ao entrar com sentido a rua Gustavo Barroso, foi colhido pelo carro caçamba, Mercedes Benz, de cor branca e placas HUL – 9338 que seguia no mesmo sentido era conduzido por Francisco Das Chagas Oliveira (Chaguinha).
Acidente2
O condutor da moto sofreu uma fratura exposta na perna esquerda e várias escoriações. Ele foi socorrido pelo corpo de bombeiros para o Hospital São Lucas.Já o condutor do carro foi levado juntamente para delegacia para a realização dos procedimentos cabíveis.
A motocicleta foi parar debaixo do veículo e por pouco uma tragédia maior não foi registrada. O trânsito no local foi controlado pela guarda municipal de trânsito.
(Redação do Blog com informações do companheiro Tony Sales)

Chuvas banham municípios cearenses nesta quarta (3)


A quadra invernosa, que começou nesta segunda-feira (1º), segue com precipitações em 103 municípios cearenses,segundo dados são da Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (Funceme). Nesta terça (2), foram registradas chuvas em 151 dos 184 das cidades do Estado. 


Os pluviômetros marcaram a maior chuva emPedra Branca, no Sertão Central, com 48 milímetros. A segunda maior chuva foi registrada em Ererê, na região do Jaguaribe, com 43 milímetros. Ainda na região, choveu 31.5 mm em Russas e 30 mm em Iracema. Em Fortaleza, foi registrado 19.8 mm.

Para o decorrer do dia, a previsão do tempo aponta nebulosidade variável com eventos de chuva em todas as regiões do Estado.

Nível dos açudes

Com as chuvas que banham o estado desde domingo (31), os 153 açudes monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh-CE) apresentam volume armazenado de 13%. Há dois dias, esse percentual era de 12,9%.

Atualmente, os maiores volumes de água estão distribuídos nas bacias do Litoral (37,06% ), Alto Jaguaribe (27,85%) e Coreaú (25,91%). Apenas dois açudes estão sangrando Trici (em Tauá) e Caldeirões (Saboeiro) e Colina (Quiterianópolis), que está com capacidade acima de 99%.


Em todo o Ceará, 127 reservatórios estão com volume inferior a 30% da capacidade total.
Proxima  → Página inicial